A gratidão é o único tesouro dos humildes!* - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 25 de maio de 2022

A gratidão é o único tesouro dos humildes!*


SALES FERNANDES


Excelentíssimo Sr. Deputado Dr. Jeová Vieira Campos, Presidente desta Sessão Solene, nobre deputada Dra. Paula Francinete, ora secretariando os trabalhos, Excelentíssimos  Senhores Deputados  Júnior Araújo, Trócolli Júnior e Lindolfo Pires, demais autoridades constituídas e que compõem esta seleta mesa, há quem saúdo a todos em nome do Excelentíssimo Sr. Vice Prefeito Marcos do Riacho do Meio, saúdo a Câmara Municipal de Cajazeiras, na pessoa da Vereadora Professora Léa Silva, diletos homenageados, distinta plateia, minha querida esposa Rejane e filha Mayara Gabriella aqui presentes, além dos meus filhos Leonardo e Maria Helena, que estão em João Pessoa e por motivo de trabalho  não puderam vir dividir deste momento comigo, minha irmã Salete Fernandes, aqui em nome da nossa família dos manos Joaquim e José Fernandes, que não tiveram como vir de São Paulo, e o mano Paulo de Fortaleza. Saúdo ainda em nome das minhas entidades representativas do meu segmento de imprensa, ao confrade Bosco Amaro da ACI e Petson Santos e Jarismar Pereira da API. Prezados amigos, meus senhores, minhas senhoras, que hora nos prestigiam com suas honradas presenças nesta solenidade, na verdade uma noite de festa e de confraternização.


Apesar de ser Comunicólogo por Vocação e formação, não sou afeito a discursos, porque entendo que esta arte é própria de grandes tribunos, mas não poderia me furtar de externar neste momento o sentimento que inunda meu ser, e faz palpitar o meu coração, de tamanha emoção e que eu  gostaria de resumir esta minha fala numa única palavra; Gratidão!



 

Recebi esses dias, uma mensagem na minha rede social de uma amiga fraterna e conterrânea, Dra. Patrícia Leite Rolim, o seguinte pensamento: “Não há exagero mais belo no mundo do que a gratidão”.


Por isso gostaria de externar do mais íntimo da minha alma e das entranhas do meu ser, o meu mais verdadeiro e escolhido agradecimento e minha sincera gratidão, ao Divino Pai Eterno Deus Pai Todo Poderoso, que em meio ao enfrentamento de uma Pandemia nos permitiu estarmos hoje aqui, ao nobre e estimado amigo Deputado Dr. Jeová Vieira Campos, aos demais deputados subescritores desta propositura a mim conferida, modéstia parte por unanimidade, a Medalha de Mérito Jornalístico, sem que eu não deixe de lembrar o meu prezado amigo Dr. Hugo Moreira por haver junto com o autor pesquisado o meu  currículo, embasado a justificativa e articulado para na sessão ordinária e histórica de 21 de agosto de2019, ocorrida para homenagear o aniversário de Cajazeiras, incluir na pauta essa honraria a este humilde Repórter, em reconhecimento pelos meus 25 anos de Rádio Jornalismo prestados a Imprensa do meu estado, dos quais 23 anos dedicados a Comunicação Social do Poder Legislativo da Paraíba.



 

A Medalha que ora recebo homenageia não só a mim, mais a Imprensa Paraibana, porque traz na esfinge da comenda a lembrança da grande Jornalista Cajazeirense Regirlene Rolim Guimarães, conhecida carinhosamente por “LENA GUIMARÃES”,  com quem tive pouca convivência, mas pude beber da fonte e que tenho como inspiração da minha carreira profissional, como exemplo a ser seguido o seu ex-cônjuge, o colega conterrâneo Jornalista Nonato Guedes.


Devo dizer que não foi fácil chegar até aqui, a minha trajetória de vida se confunde um pouco com a do amigo Deputado Jeová Campos, que vendeu alho na feira livre de Cajazeiras e que eu igualmente a ele, vendi Jornais, antes de ser Jornalista eu fui Jornaleiro com muito orgulho, mas antes também fui engraxate, lavador de carros, vendedor de bombons e frutas na feira, após ficar órfã de pai ainda muito criança, e que precisava ajudar a minha mãe no sustento do lar.



 

A minha santa Mãezinha Francisca Fernandes que ora mora no céu ao lado do meu pai,o Professor Joaquim Umbelino, há quem dedico esta honraria, a minha esposa, aos meus filhos e a minha família,  dedico a todos aqueles que de forma direta e indireta contribuiriam com a minha formação humana e profissional. Dedico particularmente aos que tentam todo dia desqualificar nosso trabalho, tentando partidarizar a nossa profissão, aos que nos caluniam aos que por invejam ou covardia tentam diariamente puxar o nosso tapete. Ser Radialista e Jornalista , assim como médico tem inscrição no CRM e Advogado tem inscrição na OAB, tem que ter formação e registro profissional, por isso se faz necessário não confundir a profissão. Ser Jornalista e Radialista antes de ser um formador de opinião, é um ser humano como outro com virtudes e defeitos, mas tem que ter a consciência e obrigação, de que deve ser um porta voz dos menos favorecidos à margem da sociedade. É assim que me sinto, o Repórter Cidadão, que compra e cobra as boas brigas da população, por isso muitas vezes até ameaçado, mas nunca desistiremos de continuar lutando pela Democracia, Liberdade de Imprensa e de Expressão, nunca abrindo mão da convicção de que o direito do outro só começa, quando termina o meu. Nestes 25 anos de Radio Jornalismo, por mais que alguns não queiram reconhecer a minha contribuição com a Paraíba e minha terra natal Cajazeiras, só para refrescar a memória devo relembrar que como Repórter Cidadão, tive acompanhando e cobrindo a Assembleia Legislativa na Caravana da Seca, na luta em defesa da Transposição do São Francisco, na luta pela implantação do curso de Medicina da UFCG em Cajazeiras, da instalação da Junta Comercial, Defensoria Pública, Corpo de Bombeiros e IML de Cajazeiras.



 

No Comitê em prol do Projeto de Revitalização do Açude Grande, no Projeto do nosso Aeroporto Regional, vesti a camisa e lutei pelo Projeto do Hospital Universitário do Sertão, na defesa da Vara do Trabalho, só pra citar algumas das bandeiras em favor de Cajazeiras e região e que lá estava eu humildemente, emprestando meu nome e minha contribuição nessas pautas como Jornalista, Radialista e cidadão.


Hoje ao adentrar o Colégio Diocesano Padre Rolim, agora Faculdade Católica da Paraíba, me passa um filme na cabeça onde não posso deixar de externar a minha eterna gratidão ao grande educador Monsenhor Luís Gualberto de Andrade, que me proporcionou uma bolsa de estudos para que neste educandário eu tivesse parte da minha formação educacional, sem nunca esquecer que foi através do mesmo que tive a primeira oportunidade de falar em um microfone de uma emissora de rádio, nascia ali o Radialista Sales Fernandes no Programa Encontro com o Povo, apresentado pelo padre Gualberto na Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras, hoje minha casa da Imprensa de Cajazeiras, com quem divido bancada com muita satisfação, com os colegas Alberto Dias, Saul Soares, José Ronildo, Francisco Dias Abreu e Fernando Caldeira.


Externar a minha gratidão a Irmã Nirvanda Leite Rolim, Salete Leite, Raumita Coelho mãe de Eliézer Rolim, que me encaminharam e me receberam na capital João Pessoa no ano de 1987, quando fugindo da seca e sonhando  estudar pra ser Jornalista, deixei Cajazeiras o meu torrão natal. Hoje com muita luta e muito sofrimento, tenho a honra de me apresentar ao mercado com três Graduações; Radialista Profissional pelo IFPB, Relações Públicas e Jornalista pela UFPB. Ao eterno amigo Dr. Epitácio Leite Rolim e sua estimada esposa sempre Deputada Zarinha Leite, com quem tive o orgulho de ser nomeado no ano de 1999, Assessor Parlamentar no seu Gabinete na Assembleia Legislativa da Paraíba, de lá pra cá já se vão 23 anos cobrindo o parlamento paraibano, minha gratidão especial também ao Deputado Adriano Galdino, Presidente da Assembléia Legislativa da Paraiba pela confiança ao nosso trabalho, aos ex-deputados, Nominando Diniz, meu compadre Dr.José Aldemir, Ricardo Marcelo e aos deputados de saudosa memória, ex-presidentes da Assembleia, Gervásio Maia e Rômulo Gouveia.



 

Ao  meu guru e amigo Professor Gilson Souto Maior, com que tive a oportunidade de aprender durante quase uma década como meu orientador na casa de Epitácio Pessoa, na Coordenaçao de Comunicaçao Social.


Em Cajazeiras também devo gratidão, aqueles que comigo me deram as primeiras oportunidades na vida, aos amigos Advogados e Jornalista Dr. Luís Humberto, Dr.Airton Pereira,Gutemberg Cardoso, aos Empresários de Radiodifusão José Nelo Zerinho Rodrigues, José Cavalcanti da Silva e Professor José Antônio de Albuquerque, com quem tive e  tenho a honra de trabalhar desde os primeiros passos como Gazeteiro de Jornal na terra do Pe.Rolim, até a condição de Jornalista e Radialista nos dias atuais.


Confesso que não é uma missão e uma profissão fácil de exercer pela tamanha falta de reconhecimento, mal remunerado, às vezes muito mal compreendido, mal interpretado, injustiçado, perseguido, humilhado, por tentar exercitar não apenas o mister da função, mais acima de tudo praticar  e cobrar cidadania, ser Jornalista e Radialista antes de tudo é um Sacerdócio a serviço do próximo em busca de igualdade e justiça social, e desta missão eu não abro mão.


Por fim não posso nem devo esquecer que a Gratidão maior também não poderia faltar, aos inúmeros ouvintes assíduos do rádio, da Paraíba e de estados vizinhos, aos que compartilham as nossas intervenções nas redes sociais, aos que nos estimulam e nos incentivam que devemos mesmo não obstante a tantos que às vezes tentam desmerecer o nosso trabalho, a continuarmos firmes e seguirmos em frente, a estes tantos que não tenho como nominá-los um a um, mais tenham certeza todo o meu sentimento de respeito, carinho e afeto, do mais intimo do meu coração. Muito Obrigado, Paz e Bem a todos, a palavra final é o que resume o que pensa e transborda o meu coração, Gratidão! Eternamente e humildemente sempre Gratidão!


*William Shakespeare  – Poeta e escritor


SALES FERNANDES É JORNALISTA


Blog do Geraldo Andrade