Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF após denúncia de assédio sexual - BLOG DO GERALDO ANDRADE

domingo, 6 de junho de 2021

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF após denúncia de assédio sexual

 

A Comissão de Ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) determinou neste domingo (6) o afastamento do presidente da entidade, Rogério Caboclo, por 30 dias. A decisão vem após ser publicada uma denúncia de uma funcionária da CBF de assédio moral e sexual do presidente.


Com a decisão, Antônio Carlos Nunes, o Coronel Nunes, assume temporariamente o comando da Confederação. Uma reunião entre os diretores e vice-presidentes foi convocada para a manhã de segunda-feira (7), no Rio de Janeiro.


A denúncia


Caboclo agora cuidará de sua defesa contra a denúncia. Nela, a funcionária detalhou um dia em que o dirigente, perguntou a ela se ela se “masturbava”. Outros episódios narrados pela funcionária envolvem Caboclo obrigando-a a comer uma ração de cachorro, chamando-a de “cadela”.


Ainda segundo o relato da funcionária, Caboclo consumia álcool durante o expediente, sendo ela obrigada a esconder garrafas no banheiro para que o dirigente pudesse beber sem ser notado. Também era sua responsabilidade recolher as garrafas vazias. Em viagens, era orientada a pedir bebidas alcoólicas para ele nos hotéis – mas marcar o consumo no quarto dela.


Em meio à acusação, Cabloco deixa o comando no momento de maior atrito entre a Confederação e o grupo de comissão técnica e jogadores por conta da realização da Copa América no Brasil.




Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba