“Chegaram as mangas” era senha para recebimento de propina de Ricardo Coutinho, diz Livânia - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

“Chegaram as mangas” era senha para recebimento de propina de Ricardo Coutinho, diz Livânia

LIVANIA 2 - “Chegaram as mangas” era senha para recebimento de propina de Ricardo Coutinho, diz Livânia

A ex-secretária de Administração do Estado da Paraíba, Livânia Farias, informou em delação premiada que utilizava a frase “trouxe mangas” como senha para se referir às propinas que eram pagas ao ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). O ex-governador, que segundo a denúncia é chefe de organização criminosa suspeita de desviar R$ 134,2 milhões da saúde e da educação, foi preso na sétima fase da Operação Calvário, mas recebeu habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e está em liberdade.

Conforme a delação, Livânia Farias disse que entregou, nas mãos do então governador, em encontro na Granja Santana, a residência oficial do governador, R$ 1 milhão a Ricardo Coutinho. “Nesse dia tinha gente lá e ele disse que não poderia me receber naquele momento. Eu dizia que ‘chegou uma manga de Sousa para você'”, revelou. Essa propina teria saído da educação do Estado para pagar dívidas de campanha eleitoral.

A ex-secretária foi presa na terceira fase da operação, no dia 16 de março. Ela é suspeita de receber propina na ordem de R$ 80 mil paga pela Cruz Vermelha, conforme investigações conduzidas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Corrupção (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

De acordo com depoimento dela ao MPPB,  ela usava um guardanapo para fazer o acompanhamento da entrega da propina e marcar o que já havia sido entregue. Ela escrevia a quantia e em seguida descartava o papel. Segundo ela, quando entregava a propina ao ex-governador, ela dizia a quantia, informava de onde tinha vindo a propina e quem era o fornecedor. Ela conta que Ricardo Coutinho não falava nada e conversava sobre outros assuntos.

Em live nas redes sociais, neste domingo (23), o ex-governador negou irregularidades e colocou em dúvida o conteúdo das delações.




Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba