Em Uiraúna: Após ser humilhada pela prefeita Leninha Romão, vereadora rompe o silêncio e fala pela primeira vez depois da eleição da Câmara; VEJA. - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 12 de dezembro de 2022

Em Uiraúna: Após ser humilhada pela prefeita Leninha Romão, vereadora rompe o silêncio e fala pela primeira vez depois da eleição da Câmara; VEJA.


Após sua renúncia de retirar a candidatura a presidenta da Câmara e ainda ter sido forçada de uma forma humilhante a comparecer na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Uiraúna, para declarar voto ao vereador Benevenuto Claudino, a vereadora Cleidiomar Sarmento, resolveu quebrar totalmente o seu silêncio neste domingo (11) e resolveu desabar tudo que aconteceu de fato através de uma carta aberta ao público em suas redes sociais.

Em trecho ela comenta que logo após que encerrou o pleito de 2020 a mesma demonstrou interesse em concorrer à presidência da Câmara e se manifestou com seus aliados da base política, onde a mesma revelou que seria seu último mandato como parlamentar e desejava encerrar sua vida pública sendo presidente do poder legislativo uiraunense e que não abriria mão desse sonho.

Ainda na carta aberta a vereadora diz que realizou uma viagem para João Pessoa com suas irmãs quando recebeu uma ligação da prefeita mandando a mesma renunciar seu mandato de vereadora para assumir uma secretaria no governo municipal e de imediato a vereadora não aceitou e disse queria era ser representante do povo e ser também presidente da câmara. De acordo com a carta a parlamentar diz que a reposta da prefeitura foi que ela ‘‘Pois então arroche’’

 CONFIRA A CARTA NA INTEGRA

Carta aberta!
Assim q terminou as eleições para vereadores e prefeito, tivemos uma reunião com a prefeita eleita e os vereadores (Uirauna) da situação, o qual decidiriamos quem seria o presidente da câmara,na época eu já fui logo manifestando meu desejo de ser, já q eu não iria concorrer mais as eleições,esse seria o meu último mandato, falei para os q lá se encontravam, que eu não abria mão de ser candidatata a presidente da câmara, ouvi de alguns vereadores q o que a prefeita decidicem eles aceitavam foi aí que vi minha grande chance, de terminar meu mandato com maestria. Viajei para João pessoa com minhas irmãs qnd recebi uma ligação da prefeita mandando eu renunciar meu mandato de vereadora para assumir uma secretária,de imediato não aceitei e disse a mesma q eu queria era ser representante do nosso povo e ser também presidente da câmara, o q ela me respondeu??? Pois então arroche!!! Foi aí q no mês seguinte ela se reunião com os vereadores (eu não estava na reunião) a noite no hospital menino Jesus e já saíram de lá com os presidentes do primeiro e segundo biênio sem meu voto, fiquei imensamente triste e sentinda com tamanha falta de consideração dela por mim, já q sou sua cunhada e jamais pensei que ela fosse fazer isso comigo. Então resolvi por minha vontade própria e votos dos vereadores da oposição me candidatar e ter a chance de ser presidente da câmara!!! Foi aí onde lembrei dela me mandar arrochar. Vcs não imaginam o inferno q eu vivi, cuidando do meu esposo no hospital e recebendo ameaças, ligações, áudios me chamando de tudo qnt é nome, cobra traiçoeira foi o menor nome q recebi de pessoas q não sabem nada da minha vida, mesmo assim me julgaram, foram os juízes da questão. Não participo de nada da câmara pq nunca sou convidada ou não estou a pá da situação,mais tudo bem,na vida passamos por momentos difíceis, uma pressão psicológica tão grande q eu passei, q sei q estou viva porque Deus habita em mim, fui defamada em rádios, recebi amencas , enfim,vivi no inferno,comi o pão q o diabo amassou,não dormiu, qnd cochilava tinha pesadelos,chorei? Muito, acho q não tenho nem mais lágrimas, mais com fé em Deus sabemos q superaremos. Estou aqui me desabafando pois quero esclarecer a toda população uiraunense q confiou em mim para um mandato de 4 anos, infelizmente só consegui ficar 02, estou sendo ainda atacada todos os dias, respeito, pessoas que não conhece a minha história parem de me atacar e me deixe viver sossegada, se era do desejo da prefeita q eu não fosse vereadora, ela conseguiu, só quero paz, e isso ninguém compra. Esse é um pequeno resumo da minha vida de 02 anos pra cá. Peço saúde para mim e para minha família também ,muita paz e sossego. beijos e obg as pessoas q me apoiaram e me mandaram energia positivas. Que Deus abençoe sempre nossas vidas. Paz e luz 1f64c - Em Uiraúna: Após ser humilhada pela prefeita Leninha Romão, vereadora rompe o silêncio e fala pela primeira vez depois da eleição da Câmara; VEJA.


Fonte: Blog do Fábio Kamoto