João e Pedro somam mais de R$ 14 milhões na contratação de gastos de campanha; saiba o quanto cada um já gastou até o momento - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sábado, 22 de outubro de 2022

João e Pedro somam mais de R$ 14 milhões na contratação de gastos de campanha; saiba o quanto cada um já gastou até o momento

 

Um dos temas que mais chama a atenção dos eleitores em período eleitoral é o quanto cada candidato pode gastar durante sua campanha, uma vez que grande parte desse dinheiro é oriundo de recursos públicos.


Segundo as regras eleitorais impostas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), são válidos como recursos de campanha recursos próprios dos candidatos; doações financeiras em dinheiro de pessoas físicas; doações de outros partidos e de outros candidatos; comercialização de bens e/ou serviços ou promoção de eventos de arrecadação realizados diretamente pelo candidato ou pela agremiação política.


Ainda, são reconhecidos os recursos dos próprios partidos, desde que a origem seja do Fundo Partidário; do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC); de doações de pessoas físicas feitas aos partidos; de contribuição dos filiados; entre outros.


Também é o TSE quem fixa o limite de gastos que cada candidato pode ter para sua respectiva campanha. O valor varia de cargo para cargo e de estado para estado, e naturalmente, candidatos a presidente e governador têm um limite extra caso precisem participar de um segundo turno.



Pensando nisso, o Polêmica Paraíba resolveu comparar o quanto os dois candidatos a governador que disputam o segundo turno na Paraíba, João Azevêdo (PSB) e Pedro Cunha Lima (PSDB), puderam gastar no primeiro turno, o quanto podem gastar neste segundo turno, e o quanto já gastaram até a data de fechamento desta matéria (sexta-feira, dia 21).


Todos os oito candidatos a governador da Paraíba puderam gastar, no primeiro turno, R$ 7.115.522,46 em gastos de campanha. Para o segundo turno, tanto Azevêdo como Pedro podem gastar até R$ 10.673.283,69, que é a soma do teto de gastos do primeiro turno mais a sua metade, R$ 3.557.761,23.


Até essa sexta-feira, João Azevêdo (PSB) já contratou R$ 8.019.646,73 em gastos de campanha, tendo efetivamente pago já R$ 4.950.734,25 desse total.



Já Pedro Cunha Lima contratou R$ 6.155.537,20 em despesas de campanha, tendo pago R$ 5.996.114,54 até o momento.




Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba