Paraíba tem 684,6 mil beneficiários do Auxílio Brasil em setembro, segundo Governo Federal - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sábado, 17 de setembro de 2022

Paraíba tem 684,6 mil beneficiários do Auxílio Brasil em setembro, segundo Governo Federal

 

O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social. Para serem habilitadas, elas precisam atender critérios de elegibilidade. (Foto: Fotos Públicas/Arquivo)

A Paraíba tem 684.652 beneficiários que receberam o Auxílio Brasil no mês de setembro. O número foi enviado ao ClickPB pelo Ministério da Cidadania, nesta sexta-feira (16).

Ainda de acordo com o Ministério, quatro dos nove estados do Nordeste contam com mais de 1,2 milhão de famílias beneficiadas, cada um, pelo programa de transferência de renda da pasta da Cidadania, sendo a região a que concentra o maior número (46,39%) de famílias contempladas pelo Auxílio Brasil em setembro de 2022.

Das 20,65 milhões de famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil, 9,58 milhões estão no Nordeste. O investimento do Ministério da Cidadania para o pagamento dos beneficiários do Nordeste é de R$ 5,77 milhões e o valor médio recebido por família é de R$ 607,50.

É no Nordeste, também, que está a Unidade Federativa com maior número de beneficiários no país. A Bahia soma 2,53 milhões de contemplados pelo Auxílio Brasil em setembro de 2022. Outros três estados da região reúnem mais de 1,2 milhão de beneficiários, cada um: Pernambuco (1,65 milhão), Ceará (1,45 milhão) e Maranhão (1,20 milhão).

Um total de 1.794 municípios do Nordeste fazem parte do programa do Ministério da Cidadania. O estado com maior número de municípios em setembro de 2022 é a Bahia (417), seguido por Piauí (224) Paraíba (223) e Maranhão (217). Ou seja, todos os 223 municípios da Paraíba estão contemplados com o Auxílio Brasil.

Em setembro, o Auxílio Brasil registrou um novo recorde. Pela primeira vez, mais de 20,65 milhões de famílias vão ter acesso ao repasse de no mínimo de R$ 600. Na comparação com agosto, quando 20,2 milhões de famílias receberam o benefício, a alta é de 2,2%, o que corresponde a mais de 450 mil famílias.

Os pagamentos do mês serão realizados entre 19 de setembro, para beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1, e 30 de setembro, seguindo o calendário oficial do programa (confira a tabela abaixo).


A operação garante o atendimento pleno de todas as famílias que apresentam, no Cadastro Único, perfil para serem contempladas. Levando em conta o histórico do Auxílio Brasil, implementado em novembro de 2021, são mais de 7,5 milhões de famílias adicionadas ao longo dos últimos 11 meses, um patamar inédito.

O programa

O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social. Para serem habilitadas, elas precisam atender critérios de elegibilidade, como apresentar renda per capita classificada como situação de pobreza ou de extrema pobreza, ter os dados atualizados no Cadastro Único nos últimos 24 meses e não ter informações divergentes entre as declaradas no cadastro e as de outras bases de dados federais.

A seleção é feita de forma automática, considerando a estimativa de pobreza, a quantidade de famílias atendidas em cada município e o limite orçamentário anual do Auxílio Brasil.


Fonte: ClickPB