Justiça suspende pesquisa Vox Populi sobre intenção de voto para governador e presidente na PB - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 7 de setembro de 2022

Justiça suspende pesquisa Vox Populi sobre intenção de voto para governador e presidente na PB

 

A juíza Francilucy Rejane de Sousa suspendeu a divulgação da pesquisa Voz Populi sobre as intenções de voto dos paraibanos para governo do Estado, senado e também presidência da República. A previsão era de que os números fossem divulgados nesta quarta-feira, 7 de setembro, mas a magistrada atendeu um pedido da Coligação “Coragem para Mudar”, encabeçada por Pedro Cunha Lima (PSDB).



A pesquisa polêmica havia sido registrada no dia 1º de setembro sob o nº PB-05406/2022, com realização prevista para os dias 02 a 04 de setembro, no Estado da Paraíba, tendo por contratante o próprio Instituto.


Os advogados da coligação de Pedro alegaram erro nos questionários do Vox Populi e questões relativas ao cargo de presidente da República sendo aplicadas no espaço destinado ao Governo do Estado.


Outra falha apontada foi o quesito 09, que indaga a respeito da renda familiar do entrevistado, não especificamente o nível econômico da pessoa entrevistada, o que, segundo o PSDB, teria violado o art. 2º, inc. IV da Resolução TSE nº 23.600/2019.



A magistrada concordou com a argumentação da coligação e entendeu que havia perigo de dano irreparável caso os números fossem tornados públicos: “A iminência da divulgação do resultado da pesquisa, o curto período de campanha e a irreversibilidade da divulgação do resultado da pesquisa, considerando seus possíveis efeitos sobre o eleitorado, confirmam a presença do perigo de dano irreparável.”


*Com informações do Parlamento PB


 

Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Parlamento PB