VÍDEO: Presidente do TRE explica se os candidatos com contas rejeitadas terão candidaturas impugnadas. - BLOG DO GERALDO ANDRADE

terça-feira, 30 de agosto de 2022

VÍDEO: Presidente do TRE explica se os candidatos com contas rejeitadas terão candidaturas impugnadas.

Compartilhe:

Por Jocivan Pinheiro

30/08/2022 às 16h47 • atualizado em 30/08/2022 às 16h57

VÍDEO: Presidente do TRE explica se os candidatos com contas rejeitadas terão candidaturas impugnadas.

No programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, desembargador Leandro dos Santos respondeu a perguntas sobre processos que envolvem as eleições

Compartilhe:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no WhatsApp(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Telegram(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela) 

Por Jocivan Pinheiro


30/08/2022 às 16h47 • atualizado em 30/08/2022 às 16h57





Nesta terça-feira (30), no programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Leandro dos Santos, respondeu a questionamentos acerca dos processos que envolvem as eleições.


O repórter Bruno Rafael, direto da cidade de Sousa, fez duas indagações. Primeiro, se os candidatos que tiveram prestações de contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) terão suas candidaturas impugnadas na Justiça Eleitoral.


O desembargador não citou casos específicos, mas disse que todos os processos de registros de candidaturas serão analisados até o dia 12 de setembro. “Como eu não posso estar previamente firmando posição jurídica sobre casos concretos, eu vou pedir licença para não responder, mas dizendo que todos os casos de inelegibilidade serão analisados dentro desses processos, seja por impugnação do Ministério Público Eleitoral, seja por impugnação de outras agremiações”.


LEIA TAMBÉM:


VÍDEO: Presidente do TRE-PB fala sobre regras, combate às fake news e faz alerta sobre compra de votos

Também foi questionado se pessoas com mais 70 anos, que não são obrigadas a votar, precisam cancelar o título de eleitor para evitar problemas com a Justiça Eleitoral.


O desembargador Leandro dos Santos explicou que no caso de voto facultativo, a pessoa não precisa cancelar o título. No entanto, ele aproveitou para fazer um chamamento a essas pessoas para que elas participem das eleições votando: “A gente convida todos os idosos para que exerçam sua cidadania. Eles continuam sendo importantes para a garantia da democracia”.


 Fonte :PORTAL DIÁRIO