Pesquisa mostra que 66% dos nordestinos desaprovam gestão Bolsonaro - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Pesquisa mostra que 66% dos nordestinos desaprovam gestão Bolsonaro

 


Foi divulgada nesta sexta-feira, 26, mais uma pesquisa que mostra o derretimento da popularidade do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo levantamento da EXAME/IDEIA, 66% dos nordestinos desaprovam o governo do atual mandatário, enquanto no Sudeste esse número é de 54%. Para vencer as eleições de 2022, essas duas regiões são consideradas essenciais, já que concentram quase 150 milhões de habitantes, o equivalente a 70% da população brasileira, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Além da maioria dos habitantes destas regiões desaprovar o governo Bolsonaro, os números mostram que o percentual cresceu. No início do ano, era de 40% no Nordeste e 33% no Sudeste, o que representa alta de 26% e 21% respectivamente. No Sul, o percentual de rejeição é de 50%, no Norte 47% e no Centro-Oeste também 47%. O percentual de pessoas que não estão satisfeitas com o governo aumentou em todos os Estados em relação a janeiro de 2021. No recorte por escolaridade, quanto maior o nível, pior é a aprovação do presidente, chegando a 61% entre os que têm ensino superior. Por renda, o sentimento negativo está na casa dos 50% em todas as faixas salariais, sendo maior entre aqueles que ganham mais de cinco salários mínimos (60% desaprovam o governo).


A “Revista Forum” observa que, para minimizar a má reputação, o presidente Bolsonaro tem feito viagens ao Sul e ao Nordeste. Nos últimos três meses, de 25 de agosto a 25 de novembro, ele esteve no Nordeste, pelo menos, em sete viagens oficiais, de acordo com o levantamento da EXAME. A mesma quantidade de viagens – sete – do presidente teve como destino o Sudeste, no mesmo período. Bolsonaro está para assinar ficha de filiação no Partido Liberal, tendo em vista que evoluíram os entendimentos mantidos por ele com a cúpula nacional do PL, presidida por Valdemar Costa Neto. Os interlocutores do presidente da República têm dito que ele terá condições de reverter situações de desgaste quando massificar a divulgação de obras e investimentos do seu governo, especialmente beneficiando o Nordeste.






Fonte: Os guedes

Créditos: Polêmica Paraíba