Doria defende transformação do Nordeste em potência econômica, critica ministro da Saúde e promete privatizar a Petrobrás se eleito - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sábado, 23 de outubro de 2021

Doria defende transformação do Nordeste em potência econômica, critica ministro da Saúde e promete privatizar a Petrobrás se eleito

  

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), iniciou na tarde desta sexta-feira (22), em Guarabira, a agenda de compromissos de dois dias na Paraíba, dentro das prévias presidenciais do PSDB. Na oportunidade, ele concedeu entrevista coletiva à imprensa na Câmara Municipal, no qual defendeu o crescimento regional e a transformação da Região Nordeste em uma potência econômica no Brasil.



“O Nordeste dispõe de diversos recursos naturais, tem a maior capacidade da energia éolica, da energia solar, da produção de frutas, tem muita opção de ciência, tecnologia e polos de confecção. A região Nordeste necessita de investimentos, de polos industriais e tecnológicos para os jovens para que possa produzir riquezas”, pontuou.


E, Doria complementou: “Eu quero um Nordeste independente, que tenha respeito e que seu povo tenha o sustento aqui e não precise sair para buscar trabalho fora. O Nordeste pode muito mais e vamos trabalhar para que se torne uma potência no Brasil”.



João Doria em entrevista coletiva, em Guarabira

NEGACIONISTA


Questionado sobre a atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia e distribuição de vacinas, João Doria criticou a atuação do comandante da pasta, o paraibano Marcelo Queiroga, a quem chamou de “negacionista”.


“O ministro da saúde rasgou o diploma de médico”, pontuou.


PETROBRÁS


Ainda durante a entrevista, João Doria prometeu privatizar a Petrobrás se eleito presidente da República. “A Petrobrás será privatizada, não para transformar o monopólio público em monopólio privado. Ela será uma modelagem completa, diferenciada, onde vamos partilhar a Petrobrás para que várias empresas possam disputar o direito da distribuição de combustíveis no Brasil. Tornar obrigatório nessa modelagem a criação de um Fundo para garantir que diante de aumentos circunstanciais do preço do petróleo internacional, esse fundo vai funcionar como colchão e possibilitar que o consumidor pague esta conta automaticamente. Isso é perfeitamente possível. Já acontece em outros países: na União Europeia, nos EUA, no Canadá onde o mercado livre evita o malefício do monopólio. A Petrobrás vai cumprir o seu papel para o bem do Brasil. Ela tem que ser desestatizada e vendida. Essa é a minha posição”, pontuou.



OUTROS COMPROMISSOS


João Doria em entrevista coletiva, em Guarabira

Ainda durante a agenda na Rainha no Brejo, João Doria participou de ato político na Vila Gourmett. À tarde, visitou o monumento em homenagem a Frei Damião, uma das atrações do turismo religioso na região.


Acompanharam a agenda de João Doria em Guarabira os deputados federais Ruy Carneiro, Pedro Cunha Lima e Edna Henrique; os deputados estaduais Camila Toscano e Tovar Correia Lima; o prefeito de Guarabira, Marcos Diogo; entre outros prefeitos paraibanos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas de várias regiões.


AGENDA NO SÁBADO


No sábado (23), João Doria estará em João Pessoa, onde visita, às 8h, o Hospital Napoleão Laureano, no bairro de Jaguaribe, referência no tratamento de pacientes com câncer. Por se tratar de um ambiente hospitalar a visita será restrita à equipe da unidade de saúde e do governador de São Paulo.


Às 9h, Doria concede uma entrevista coletiva no Oceana Atlântico Hotel, na Avenida Argemiro de Figueiredo, no Bessa. A coletiva também acontece de forma exclusiva para os profissionais da imprensa, seguindo todos os protocolos sanitários. Ainda na Capital, o governador de São Paulo se reúne com empresários paraibanos para discutir o cenário da economia brasileira e paraibana na atualidade.

Fonte: Por Ângelo Medeiros Wscom