DELAÇÃO PREMIADA NA CALVÁRIO: após depoimento de ex-prefeito de Camalaú, Gaeco e força-tarefa vai investigar denúncia de propina; confira - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

DELAÇÃO PREMIADA NA CALVÁRIO: após depoimento de ex-prefeito de Camalaú, Gaeco e força-tarefa vai investigar denúncia de propina; confira

 

O depoimento do ex-prefeito do município de Camalaú, na Paraíba, Aristeu Chaves de Sousa ao Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) vai impulsionar a criação de uma força-tarefa, no âmbito da Operação Calvário, para apurar relatos de pagamento de propina em contratos firmados com o Detran.


A força-tarefa será composta pelo Gaeco, Detran e equipes da Polícia Civil.


O depoimento, cujo conteúdo tem sido mantido sob sigilo, contaria com o relato de negociações e cobrança de propina para a contratação de empresas responsáveis por serviços de vistoria, parcelamento de dívidas e registro de contrato.

Entre os citados está o empresário Pietro Harley. Ele teria (conforme o material entregue ao Gaeco) atuado como uma espécie de intermediador nos casos.


Pietro foi preso com a deflagração da 11ª e 12ª fases, juntamente com Edvaldo Rosas e de Coriolano Coutinho.


Em nota, a assessoria do Detran  disse que o órgão está colaborando com o Gaeco e com todas as demais autoridades que porventura requisitam informações. Recentemente o comando do órgão, no Estado, passou por mudanças.



Fonte: Pleno poder

Créditos: Polêmica Paraíba