Biografia do ex-prefeito de Poço Dantas, Azulão Santiago - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Biografia do ex-prefeito de Poço Dantas, Azulão Santiago



 José  Milton Santiago (Azulão Santiago), nasceu no dia 5 de outubro do ano de 1960, na Comunidade de Queimadas,

município de Poço Dantas-PB. Faleceu dia 20 de janeiro de 2006 aos 45 anos.


Filho do  agropecuarista Francisco Ferreira Santiago (Chico Ferreira) e de Dona Adrina Glória Santiago.


Azulão Santiago casou-se com Maria da Consolação Silva Santiago, com quem teve três filhos, a advogada Eloísa Santiago, Thaísa Santiago e o empresário e ex-vice-prefeito de Poço Dantas, Thiago Santiago.


Do primeiro matrimônio de seu pai Francisco Ferreira Santiago com Helena Abrantes Ferreira, nasceram os filhos: Assis Ferreira, Manoel Ferreira, Raimundo Ferreira, José Ferrreira, Severino Ferreira, Antônio Ferreira, Maria Ferreira, Isabel Ferreira, e Inácia. Do segundo casamento de Francisco Ferreira Santiago com Adrina Glória Santiago, nasceram os seguintes filhos: José Hilton Santiago (ex-vereador de Uiraúna), Nilda Santiago, o ex-senador, ex-presidente do PTB-PB e deputado federal, José Wilson Santiago, José Nilson Santiago (in memoriam), Benilda Santiago ( ex-vice-prefeita de Uiraúna), Danilda Santiago e Jacenilda Santiago.


Azulão Santiago iniciou seus estudos em Poço Dantas, depois foi residir em Uiraúna, onde com os demais irmãos frequentou escolas públicas, tendo estudado na Escola Benevenuto Mariano e Escola Estadual “Dr. José Duarte Filho” nesta última concluindo o segundo grau.


Por pouco tempo, Azulão residiu na Capital do Estado João Pessoa, onde entrou para o serviço público como funcionário da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Retornando a Uiraúna, exerceu o cargo de Assessor Administrativo do Prefeito Dr. Paulo Arthur(Gestão 1989 a 1992). Ainda em 1992, incentivado pelo seu irmão Wilson Santiago, candidatou-se a Vereador do município de Uiraúna, tendo sido eleito com expressiva votação para exercer o mandato durante o período de 1993 a 1996.


No pleito de 1992 em Uiraúna foi eleito vereador pelo PDT com 336 votos, ou seja, 3,37% dos votos válidos.


Na primeira eleição  de Poço Dantas em 1996, Azulão Santiago foi eleito pelo PDT o primeiro  prefeito constitucional do Município tendo como vice-prefeito, Manoel Pereira de Queiroz (Del Pereira do Distrito de Tanques) e obtiveram 54,91% dos votos válidos.


No pleito de 2000 Azulão Santiago foi reeleito prefeito pelo PDT com 1.352 votos tendo como  vice-prefeito, o professor, empresário e advogado Hélio de Almeida Freitas Machado.


Em seus dois mandatos como Prefeito, Azulão Santiago implantou várias 

obras no município, com destaque para o sistema de abastecimento d'água, além de 

calçamento, praças, escolas, eletrificação rural, estradas, açudes, centros 

comunitários, campos de futebol, casas populares e diversas ações na área da 

saúde e do social.


Além da atuação em Poço Dantas, Azulão Santiago  foi também 

importante liderança regional, tendo exercido o cargo de Presidente da

Associação Municipalista do Alto Piranhas (AMAP)  com sede na cidade de 

Cajazeiras, função na qual representou a região com muita competência.


A BR-434 que liga Uiraúna a Poço Dantas, construída no governo da Presidenta da República, Dilma Rousseff (PT), recebeu o nome de Rodovia José Milton Santiago (Azulão).


A Banda Marcial de Poço Dantas recebeu o nome de Banda Marcial José Milton Santiago.


"O ex-prefeito Azulão Santiago era possuidor de uma personalidade marcante e tornou-se um exemplo de vida para seus pares e concidadãos em face do exercício do companheirismo, fraternidade, cidadania, solidariedade e, sobretudo, da sensibilidade à dor e ao sofrimento do povo sertanejo paraibano, a quem acudia sistematicamente como um verdadeiro líder político", disse o ex-deputado estadual pelo Estado da Bahia, Dr. Pedro Egídio.


Azulão Santiago era tio do ex-deputado federal e deputado estadual, Wilson Filho.


O prefeito Azulão Santiago teve como chefe de gabinete ex-vereador de Poço Dantas, Rildo Almeida.


Azulão era pessoa de uma alegria fraterna e carisma singular.


A força de Azulão Santiago contra a doença  vinha  do seu exemplo e do seu caráter. Foi leal à família, aos amigos e ao povo de Poço Dantas.

Poço Dantas  terá sempre muito orgulho desse filho querido.


Azulão Santiago era sensível, sereno, correto, racional, pragmático e ponderado. Voz sensata, sorriso largo e bom coração.


Como prefeito, sempre honrou os votos que recebeu dos poçodantenses.


Azulão Santiago  deixou um legado de bom administrador, com marcas que ficarão na história de Poço Dantas. Ele nos deixou cedo, mas nos deixou muito. É e sempre será sinônimo de realização.


Mais do que um prefeito, um homem público preocupado e apaixonado por seu trabalho.


Azulão deixa para todos um legado de dedicação à vida pública e ao bem comum.


Abdias Duque de Abrantes

Advogado, jornalista e pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Potiguar (UnP), que integra a Laureate International Universities


Blog do Geraldo Andrade