Após sete meses, Brasil aplica 1,4 mi de doses da vacina por dia - BLOG DO GERALDO ANDRADE

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Após sete meses, Brasil aplica 1,4 mi de doses da vacina por dia

 


Sete meses depois do início, a campanha de vacinação contra covid-19 no Brasil atingiu seu maior ritmo e aplicou até a metade de agosto neste mês 22.378.300 doses – média de 1.491.886 por dia. Até agora, 54,61% da população adulta está vacinada com pelo menos uma dose e 23,7% recebeu as duas doses ou a aplicação única. 


O avanço da vacinação foi acompanhado de redução de mortes e internações entre idosos de até 76%. A tendência, no entanto, dá sinais de reversão em alguns estados e já acendeu alerta em especialistas. 




"É importante continuar com as medidas de prevenção: distanciamento, evitar aglomeração, uso de máscara e higiene constante das mãos. Principalmente com a chegada dessa nova variante, a Delta, que transmite igual a catapora", diz a infectologista Ana Rachel Seni Rodrigues.


"Os casos estão aumentando no Rio de Janeiro, onde a Delta já parece ser a variante dominante. Ela pode dar sintomas muitos leves, como de um resfriado fraco, o que às vezes banalizado. Mas transmite muito, 97% a mais do que o vírus original." 


Desde a aplicação da primeira dose, no dia 17 de janeiro, em São Paulo, o país passou por altos e baixos no processo. No primeiro mês, foram 2,8 milhões de doses aplicadas, taxa que subiu a 6,3 milhões em fevereiro. Março, abril e maio trouxeram o primeiro crescimento relevante no ritmo de vacinação, com média mensal de 20 milhões em cada mês.




VEJA TAMBÉM

Empresas poderão exigir vacinação no retorno às atividades presenciais 

ECONOMIA

Empresas poderão exigir vacinação no retorno às atividades presenciais

Vacinação: 41,9 milhões de adultos no Brasil ainda precisam da 1ª dose

SAÚDE

Vacinação: 41,9 milhões de adultos no Brasil ainda precisam da 1ª dose

Fiocruz alerta: casos de síndrome respiratória podem voltar a crescer 

SAÚDE

Fiocruz alerta: casos de síndrome respiratória podem voltar a crescer

Problemas com a obtenção de IFA (insumo farmacêutico ativo) e a dependência das vacinas da Coronavac e Oxford, porém, mantiveram as entregas de doses irregulares em meio ao auge da segunda onda da pandemia, e a a capacidade no período passou longe do potencial do SUS (Sistema Único de Saúde) de aplicar cerca de 2,4 milhões de doses por dia. 


A campanha não foi o suficiente para frear o avanço da variante Gamma (P1) do coronavírus, se disseminou por todo o país e causou o colapso do sistema hospitalar em diversas capitais brasileiras.  


Fonte: R7