Lula pede ao STF acesso a mensagens de Moro e Dallagnol - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Lula pede ao STF acesso a mensagens de Moro e Dallagnol

lula 1 - Lula pede ao STF acesso a mensagens de Moro e Dallagnol


A defesa do ex-presidente Lula apresentou nesta quinta-feira (2) uma solicitação ao ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, pedindo o acesso a uma cópia das mensagens trocadas pelo ex-juiz federal Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol obtidas pelo STF na Operação SpoofiA defesa do ex-presidente Lula apresentou nesta quinta-feira (2) uma solicitação ao ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, pedindo o acesso a uma cópia das mensagens trocadas pelo ex-juiz federal Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol obtidas pelo STF na Operação Spoofing.

Segundo o jornalista Tiago Angelo, da Conjur, a solicitação feita pelos advogados Cristiano Zanin, Valeska Martins, Maria de Lourdes Lopes e Eliakin dos Santos se refere a conversas realizadas em aparelhos estatais que dizem respeitos aos atos funcionais praticados pelos procuradores e que tenham a ver com Lula.

A manifestação acontece após o retorno das reportagens da Vaza Jato. Matéria publicada pelo The Intercept Brasil em parceria com a Agência Pública na quarta-feira aponta uma proximidade do FBI com a Lava Jato. O STF teve acesso às conversas após a operação Spoofing, que prendeu “hackers” que teriam invadido celulares de Moro e de procuradores.

“Os novos diálogos desnudados sufragam a necessidade de compartilhamento de prova outrora formulado em sede regimental, eis que, em reforço a tudo o quanto fora descrito e provado na inicial do writ, o material poderá revelar a extensão da atuação ilegal dos procuradores da República nos atos de persecução realizados contra o paciente”, diz trecho da petição.

Nesta quinta-feira, Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, seguiu os passo do ex-ministro Sérgio Moro e se recusou a participar de um debate com o ex-presidente Lula.

O perfil de Lula comentou: “O menino Dallagnol é um farsante: nunca sequer teve coragem de ir a uma audiência dos processos contra Lula, se recusa a debater o caso, e sabia, como revelou o The Intercept Brasil, que nunca teve provas além de convicção”.




Fonte: Fórum

Créditos: -ng.

Segundo o jornalista Tiago Angelo, da Conjur, a solicitação feita pelos advogados Cristiano Zanin, Valeska Martins, Maria de Lourdes Lopes e Eliakin dos Santos se refere a conversas realizadas em aparelhos estatais que dizem respeitos aos atos funcionais praticados pelos procuradores e que tenham a ver com Lula.

A manifestação acontece após o retorno das reportagens da Vaza Jato. Matéria publicada pelo The Intercept Brasil em parceria com a Agência Pública na quarta-feira aponta uma proximidade do FBI com a Lava Jato. O STF teve acesso às conversas após a operação Spoofing, que prendeu “hackers” que teriam invadido celulares de Moro e de procuradores.

“Os novos diálogos desnudados sufragam a necessidade de compartilhamento de prova outrora formulado em sede regimental, eis que, em reforço a tudo o quanto fora descrito e provado na inicial do writ, o material poderá revelar a extensão da atuação ilegal dos procuradores da República nos atos de persecução realizados contra o paciente”, diz trecho da petição.

Nesta quinta-feira, Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, seguiu os passo do ex-ministro Sérgio Moro e se recusou a participar de um debate com o ex-presidente Lula.

O perfil de Lula comentou: “O menino Dallagnol é um farsante: nunca sequer teve coragem de ir a uma audiência dos processos contra Lula, se recusa a debater o caso, e sabia, como revelou o The Intercept Brasil, que nunca teve provas além de convicção”.




Fonte: Fórum

Créditos: -