Defesa do ex-governador Ricardo Coutinho volta a denunciar perseguição do MPPB, diz que provará inocência e espera justiça - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Defesa do ex-governador Ricardo Coutinho volta a denunciar perseguição do MPPB, diz que provará inocência e espera justiça



O advogado Eduardo Cavalcanti, que integra a defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), encaminhou nota ao Portal WSCOM, na tarde desta sexta-feira (22), relativa à nova denúncia apresentada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), no âmbito da Operação Calvário. No documento, ele acusa o MPPB de promover perseguição típica de “blitzkrieg” contra o líder do PSB no Estado, informando que provará a inocência de RC, por isso exige justiça.

– Sobre a recente denúncia do Ministério Público em desfavor do ex-governador Ricardo Coutinho, a defesa se vê mais uma vez perplexa e lamenta a incessante iniciativa persecutória do MP contra um cidadão e sua família, revela o advogado.

Para ele, “a acusação se funda, novamente, em meras ilações e delações premiadas, o que é ilegal, pois foram celebradas por pessoas que estavam presas à época dos acordos. Recursos retóricos, onde não se encontra, ali, substrato fático algum para instaurar uma ação penal contra quem quer que seja”.

Conforme acrescentou, “será exposta, em todas as fases devidas do processo, a inocência plena do ex-governador, demonstrando detalhadamente a verdade, com provas e fatos, apesar de não ser um ônus seu e sim de quem o acusa”.

Por fim, defendeu “a defesa confia no Poder Judiciário para conter essa _blitzkrieg_ acusatória”.



Fonte: Portal Wscom