Açude de Lajes enfrenta problemas como falta de conservação e a caixa d'água não abastece o Distrito de Tanques e a Comunidade de Lajes em Poço Dantas - BLOG DO GERALDO ANDRADE

domingo, 5 de abril de 2020

Açude de Lajes enfrenta problemas como falta de conservação e a caixa d'água não abastece o Distrito de Tanques e a Comunidade de Lajes em Poço Dantas


  Crédito das fotos: Damião Pereira

O açude de da Comunidade Lajes-zona rural de Poço Dantas, convênio nº 701.797/2009 Ministério da Integração Nacional e Prefeitura de Poço Dantas, Concorrência nº 00001/2011, com um investimento de R$ 2.049.249,31 com capacidade de armazenamento de aproximadamente um milhão de  m³ enfrenta vários problemas. A Prefeitura Municipal de Poço Dantas precisa adotar medidas para implementar manutenção e ações de conservação no reservatório. O açude não é monitorado pela  Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA). 
“A ladeira que dá acesso do sangradouro do açude ao Distrito de Tanques é muito íngreme e com paralelepípedos soltos o que pode ocasionar acidentes de trânsito”, disse o produtor rural Gilson Penaforte. 
“Neste reservatório foram gastos R$ 2.049.249,31 com a finalidade de abastecer o Distrito de Tanques, todavia a caixa d’água não abastece desde a sua inauguração o Distrito de Tanques que tem mais de mil habitantes. A comunidade é abastecida por carros-pipa. Entretanto, muitas pessoas compram  a particulares um caminhão d'água por R$ 100,00 ”, revela Gilson Penaforte. 
“Na comunidade de Lajes, o abastecimento público de água  só serve  a um cidadão. A caixa d'água fica dentro de um curral de gado cercado e os demais moradores tiveram que perfurar poços”, denuncia Gilson Penaforte. 
Segundo Gilson Penaforte a casa do motor para bombear a água encontra-se dentro de um matagal sem o equipamento para realizar o bombeamento. 








Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB Nº 604

Blog do Geraldo Andrade