Padre Raimundo é velado na Catedral de Nossa Senhora da Piedade e fiéis se emocionam - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sábado, 5 de outubro de 2019

Padre Raimundo é velado na Catedral de Nossa Senhora da Piedade e fiéis se emocionam



O corpo do padre Raimundo Honório Rolim chegou na Catedral Nossa Senhora da Piedade por volta das 11h deste sábado acompanhado de vários fiéis, na entrada do caixão, todo mundo aplaudiu, em forma de homenagem, pelo que o sacerdote representa para Cajazeiras.

Diversas pessoas não conseguiram conter as emoções em ver o corpo do Padre Raimundo, e 
choraram de saudades.




O bispo diocesano Dom Francisco de Sales presidiu a celebração da palavra, ao lado de diversos padres, e destacou que a vida do padre Raimundo foi marcada pela entrega total à Deus.
“Fazer memória das sementes de amor e bondade que ele semeou ao longo da vida de tantas pessoas, e essas sementes o tornam eterno”, disse Dom Francisco Sales.
O padre Agripino Ferreira de Assis, relembrou como foi o último com padre Raimundo, que aconteceu na semana passada.
“Eu estive na semana passada, na quinta-feira estive com ele no 6º andar do hospital da Unimed, inclusive o Padre César Pamplona estava comigo, e ele [Padre Raymundo] conversou pouca coisa. Eu perguntei como ele estava e ele disse que espiritualmente estava bem, espiritualmente eu estou bem, depois fechou os olhos e não falou mais nada. Mas era um homem forte, “, disse o Padre Agripino Ferreira de Assis.

Raimundo Honório Rolim foi responsável pelo despertar da vocação de muitos católicos para o serviço à igreja.
“O Padre Raymundo foi o grande benfeitor dessa cidade, o mestre. Professor do colégio Diocesano durante muito tempo, vigário em várias paroquias dessa Diocese, reitor do Seminário, meu reitor, meu formador, meu vigário, colega administrador paroquial da São João Bosco e Nossa Senhora de Fátima em 1991 quando Dom Matias esteve e fez o ato de nomeação, então nomeou  nós dois ao mesmo tempo.. paraibano [como era apelidado]  fez a sua marca”, afirmou o padre Francivaldo.


Fonte: Diário do Sertão