Homem é flagrado espancando crianças em praia de Salvador e diz que agora sofre ameaças – VEJA VÍDEO - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 4 de janeiro de 2023

Homem é flagrado espancando crianças em praia de Salvador e diz que agora sofre ameaças – VEJA VÍDEO

 


Captura de tela 2023 01 04 105301 - Homem é flagrado espancando crianças em praia de Salvador e diz que agora sofre ameaças - VEJA VÍDEOfoto: reprodução

Um homem foi flagrado espancando duas crianças em uma praia de Salvador. Informações que chegaram ao BNewsdão conta de que o episódio ocorreu neste domingo (1º), em Itapuã. Imagens obtidas pela reportagem mostram o momento em que o homem chega a arremessar uma das vítimas ao chão.

No vídeo gravado por uma testemunha, duas meninas, acompanhadas de uma mulher, se aproximam do acusado, que segurava um bebê de colo, mas logo “se livra” dele e dá início às agressões contra as duas crianças.

Gritos e choros de desespero eram ecoados pelas meninas, enquanto as duas eram agredidas com chineladas pelo homem. Em um dos momentos mais impactantes do vídeo, o homem chega a arremessar uma das vítimas ao chão com brutalidade. “Cadê os caras para arregaçar ele?”, questiona uma mulher que presenciava o fato.

Informações obtidas pela reportagem apontam que o homem seria pai das duas vítimas e teria se revoltado após deixar as meninas sob os cuidados de uma terceira pessoa e notar que as crianças teriam “saído sozinhas e se perdido”.

O homem que foi flagrado espancando as duas filhas, foi até às redes sociais dar sua versão sobre o caso que ganhou grande repercussão após um banhista filmar as duas meninas, de 7 e 10 anos, sendo surradas por ele. Uma delas é suspensa e jogada no chão pelo pai.

Em um vídeo de pouco mais de dois minutos, o homem reconhece que errou e diz que agiu num momento de fúria, mas que só bateu nas filhas como uma maneira de educá-las. De acordo com ele, as meninas haviam desobedecido a ordem de ficarem juntas para não se perderem no meio da multidão que curtia o dia de sol.

Angelo Manoel, que também é pai de um garoto, diz que após o vídeo ser divulgado na imprensa e compartilhado nas redes sociais, passou a sofrer ameaças de pessoas que querem agredi-lo para que “sirva de exemplo”. Ele diz ainda que não sabe como se apresentar à polícia e que não tem condições de contratar um advogado.

“Eu não matei as minhas filhas, elas estão aqui comigo, sob os meus cuidados. Eu que cuido e levo para escola. Minha vida é baseada nas minhas filhas […] Eu já não aguentava mais reclamar e explodi, estourei, eu errei, mas eu sou um pai e não um monstro”, diz em um trecho do vídeo.

O homem, que mora em Feira de Santana, estava na capital baiana como familiares da esposa para passar a virada de ano. Embora as imagens tenham chocado banhistas, a 15ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que faz o policiamento de Itapuã, onde as agressões aconteceram, afirma que não foi acionada para a atender a ocorrência.

Assista o vídeo clicando aqui.

 




Fonte: com poptime

Créditos: Polêmica Paraíba