Deltan: ‘Lutaremos para que o mensalão e o petrolão não se repitam’ - BLOG DO GERALDO ANDRADE

terça-feira, 13 de dezembro de 2022

Deltan: ‘Lutaremos para que o mensalão e o petrolão não se repitam’

 





Eleito deputado federal, o ex-procurador Deltan Dallagnol, que foi responsável pela Operação Lava-Jato em Curitiba, comentou nesta segunda-feira (12) a diplomação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ocorrida em cerimônia do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em publicação nas redes sociais, ele prometeu trabalhar para evitar que esquemas como o mensalão e o petrolão se repitam no país.



“Lula está oficialmente diplomado e é hora de reforçar a oposição ao novo governo petista que começará em breve. Lutaremos juntos, com fé e coragem, para que o Mensalão e o Petrolão nunca mais se repitam. Contem comigo”, escreveu ele em seu perfil oficial no Instagram.


Dallagnol foi eleito com mais de 340 mil votos, sendo o mais votado do Paraná em outubro.  Ele ficou conhecido pela atuação enquanto coordenador da Operação Lava-Jato, investigação responsável por desvendar um gigante esquema de corrupção envolvendo contratos da Petrobrás e políticos durante as gestões petistas.


De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), 543 pessoas foram denunciadas em 217 acusações criminais apresentadas pela força-tarefa liderada por Dallagnol. 166 pessoas acabaram condenadas pela Justiça nestes processos. Durante os seis anos à frente da operação, Dallagnol assinou denúncias contra diversos políticos e empresários, com destaque para uma apresentação em PowerPoint, em setembro de 2016 que acusou o ex-presidente Lula por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.


O petista acabou condenado mais adiante, tendo ficado 580 dias preso e vindo a ser solto beneficiado por decisões do Supremo Tribunal Federal (STF).



Fonte: Agenda Política