Assembleia de Deus pagava mais de R$ 1 milhão ao pastor Daniel Nunes e sua família por ano - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sábado, 4 de junho de 2022

Assembleia de Deus pagava mais de R$ 1 milhão ao pastor Daniel Nunes e sua família por ano

 

A polêmica envolvendo o pastor Daniel Nunes, que renunciou ao cargo de presidente da Assembleia de Deus de Campina Grande (PB), ganhou mais um capítulo.



Depois de ser exposto em um caso extraconjugal de mais de 7 anos com uma cantora gospel, o canal do YouTube Fala Zion recebeu mais uma denúncia sobre o líder religioso.


Pastor Daniel Nunes Reproducao 2 - Assembleia de Deus pagava mais de R$ 1 milhão ao pastor Daniel Nunes e sua família por ano


Uma fonte segura informou ao YouTube que o pastor Daniel Nunes ostentava com o dinheiro da igreja e fazia negócios suspeitos, como quando vendeu um terreno que pertencia à denominação sem a autorização da Assembleia Geral.

O terreno que tinha mais de 500 mil metros, ficava localizado em uma área nobre de Campina Grande, e o seu valor atual é de mais de R$ 15 milhões. A instituição não sabe do paradeiro do dinheiro.


O salário do pastor era de R$ 40 mil reais por mês, fora o dos filhos, sobrinhos, genro, irmão e cunhado, o que custava aos cofres da igreja R$ 1 milhão e 144 mil reais por ano.


Com uma mansão avaliada em R$ 3 milhões, o religioso também bancava a cantora gospel acusada de ser sua amante com valores que chegavam a R$ 15 mil por mês.


Alguns membros da Assembleia de Deus de Campina Grande querem que Daniel entregue o dinheiro da venda do terreno.


O pastor também é acusado de não reformar as congregações e deixar os templos sucateados e em situações precárias.


 


Fonte: Polêmica PB

Créditos: Fuxico Gospel