Países batem recorde de alta de preços, e Brasil é o 3º do ranking - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 27 de abril de 2022

Países batem recorde de alta de preços, e Brasil é o 3º do ranking

 

O Estados Unidos registraram em março a maior inflação em 41 anos, 8,5%, de acordo com Departamento do Trabalho do país. A razão para a disparada dos preços é principalmente a guerra entre Ucrânia e Rússia, que afeta o mercado de alimentos e energia. O país também está com problemas realacionadas à oferta por causa dos lockdowns na China.




A gasolina foi uma das responsáveis para esse índice, com elevação no preço de 18,3% em um mês. Já energia cresceu 11% e a alimentação subiu 1%. Em março, Joe Biden fez a maior liberação de petróleo da história para tentar diminuir o valor dos combustíveis.




Para conter o avanço dos preços, o FED (Federal Reserve) pretende adotar medidas mais agressivas. O comitê monetário do banco central americano planeja subir a taxa de juros em 0,5 ponto percentual em maio, visando retomar a inflação a 2%.




5º - China




O índice de preços ao produtor da China (PPI) subiu 8,3% em março, segundo dados do Escritótio Nacional de Estatísticas. A taxa superou as expectivas de 7,9%, estimada pela Reuters. 




O fator determinante para a alta são os gargalos de produção e de suprimentos causados pela Covid-19, que fez a China começar novamente lockdowns rigorosos baseados em uma política de zero tolerância ao vírus. Além do aumento nos custos de matéria-prima.


Fonte:R7