VEREADOR DA OPOSIÇÃO AMEAÇA DIRETORA E CAUSA TRANSTORNOS EM BERNARDINO BATISTA - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

VEREADOR DA OPOSIÇÃO AMEAÇA DIRETORA E CAUSA TRANSTORNOS EM BERNARDINO BATISTA

Vereador , Alisson Ruy e a professora Niede Batista - Foto: Reprodução

O vereador da oposição, Alisson Ruy dos Santos Tomé, do município de Bernardino Batista, Estado da Paraíba, no último dia (07/02), ameaçou e tentou intimidar a diretora da Escola Municipal José Batista de Sousa, a professora Niede Batista Alves. O motivo: o vereador exigiu que a diretora lhe concedesse a escala de professores e suas qualificações além dos horários de aulas. O senhor Alisson Ruy alegou que por ser vereador, teria que ter acesso às informações solicitadas imediatamente. 


A diretora, apesar de ter informado que a Secretaria Municipal ainda estava em processo de fechamento do quadro de horários e de professores, informou ao senhor vereador (e também professor) Alisson Ruy, que não teria condições de prestar as informações naquele momento e procurasse a Secretaria de Educação para requerer tais informações oficialmente. 


A diretora Niede Batista relatou a amigos, familiares e colegas de trabalho que o Vereador Alisson Ruy a intimidou na ocasião, desferindo sobre ela ameaças e constrangimentos. A situação em desfavor da professora Niede foi considerada extrema e desnecessária por muitos munícipes de Bernardino Batista, pois o vereador chegou ao ponto de acionar a guarnição da Polícia Militar que estava na cidade para atender sua solicitação. Diante tal circunstância intimidatória, a diretora sentiu-se amedrontada e angustiada, procurando, inclusive, amparo psicológico diante a pressão que sofreu.

 

Não é a primeira vez que o vereador Alisson Ruy tenta amedrontar os profissionais da educação no município de Bernardino Batista. A diretora registrou na Delegacia de Polícia Civil de Uiraúna um Boletim de Ocorrência pedindo providências a justiça e a Câmara Municipal, já que ao se aproveitar da condição de vereador, excedeu os limites de suas atribuições, cometendo faltas éticas.


O Secretário Municipal de Educação, o professor Glício Freire, repudiou a atitude do vereador Alisson Ruy e disse que iria notificar a Câmara Municipal para que investigasse a conduta do parlamentar pelo cometimento do suposto crime de abuso de poder.