VÍDEO: Prefeito de São João afirma ter provas de que Zé Aldemir recebe propina e praticou extorsão - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 11 de outubro de 2021

VÍDEO: Prefeito de São João afirma ter provas de que Zé Aldemir recebe propina e praticou extorsão



 Em um programa de rádio ao vivo, nesta segunda-feira (11), o prefeito de São João do Rio do Peixe, Luiz Claudino, e o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, ambos do partido Progressistas, protagonizaram momentos de tensão ao trocarem graves acusações.


A discussão foi na Rádio Oeste da Paraíba e os ouvintes ficaram chocados com as acusações públicas feitas pelos dois políticos sertanejos.


Em sua participação, o prefeito de São João do Rio do Peixe, Luiz Claudino, lamentou ‘ataques’ de Zé Aldemir à família do ex-prefeito Airton Pires e acusou o prefeito de Cajazeiras de receber propina e de tê-lo extorquido para viajar para a Europa.


“É um egocentrismo tão grande que você pensa que ele é um deus. Mas eu quero dizer a São João, a Cajazeiras e à Paraíba: eu tenho provas que ele recebe propina, eu tenho provas que ele me extorquiu. 40 mil reais para ir para a Europa com sua família. Eu desafio ele. Venha, Zé Aldemir, atrás de mim! Venha atrás do povo de São João! Você não é honesto, você e fraco! Venha agora ou quer que eu vá para Cajazeiras para provar quem é honesto, quem recebe propina, quem extorque?”, declarou Luiz Claudino.


Após a participação do prefeito de São João, Zé Aldemir ligou para o mesmo programa de rádio e contra-atacou afirmando que Luiz Claudino só foi eleito graças à influência política dele (Zé Aldemir). Em seguida, o prefeito de Cajazeiras acusou o grupo político de Luiz Claudino de comprar votos em São João.


“Eles começaram a fazer política nas minhas costas, com serviços prestados. Depois que eu, imbecilmente, tomei a decisão de apoiá-los, eles começaram a assimilar que não se fazia política só comprando votos. Se não fosse eu esvaziar a oposição, esse atual prefeito ia gastar uns três ou quatro milhões, porque a política deles sempre é feita com muito dinheiro, desviando a consciência popular e transformando o povo como se fosse mercadoria”, respondeu Zé Aldemir.


DIÁRIO DO SERTÃO