VÍTIMAS DO DESCASO! Estudo revela que se 2 milhões de doses de vacina contra Covid-19 fossem aplicadas por dia, 20 mil vidas seriam salvas por mês - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 14 de junho de 2021

VÍTIMAS DO DESCASO! Estudo revela que se 2 milhões de doses de vacina contra Covid-19 fossem aplicadas por dia, 20 mil vidas seriam salvas por mês

 

Um estudo da Universidade de São Paulo e da Universidade Estadual Paulista, que o Jornal Hoje obteve com exclusividade, mostra que se o Brasil ampliasse para dois milhões de doses de vacinas aplicadas por dia, 20 mil vidas seriam salvas todo mês.

O estudo aponta que 60 mil mortes poderiam ter sido evitadas nos últimos três meses caso o ritmo de vacinação fosse mais acelerado.


PUBLICIDADE


Os pesquisadores fizeram uma projeção entre abril e junho, a partir de dados reais de vacinação do Brasil no primeiro trimestre do ano. De acordo com o estudo, caso o Programa Nacional de Imunização (PNI) ampliasse para dois milhões de doses aplicadas por dia, 20 mil vidas seriam salvas por mês.


“Se nós conseguirmos aplicar, tivermos a possibilidade de aplicar até dois milhões de doses por dia até o final de agosto, nós poderemos evitar 30 mil óbitos no Brasil, né? Ou o equivalente a 10 mil óbitos por mês. Isso porque por conta da gente estar caminhando, está aumentando a nossa capacidade de vacinação, embora ainda muito lento, moroso o processo, mas nós podemos ainda salvar 30 mil óbitos”, diz Wallace Casaca, cientista de dados e matemático da Usp/Unesp.

O ritmo de vacinação contra a Covid-19 deve ficar mais acelerado depois do anúncio do governo do estado de São Paulo que antecipou em 30 dias o calendário de vacinação. O plano é aplicar a primeira dose em toda a população adulta até 15 de setembro. A previsão é vacinar 7,5 milhões de pessoas.

“O avanço é planejado com base em remessas de vacinas previstas pelo Programa Nacional de Imunização”, explica Nora Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunização.

Pelo menos nove estados anteciparam as datas de vacinação contra a Covid-19. Além de São Paulo, Pará, Rio Grande do Sul e em Goiás, a vacinação das pessoas acima dos 18 anos com a primeira dose deve ser concluída em setembro.


No Ceará, a previsão é vacinar todos os adultos até 31 de agosto. No Rio de Janeiro, Espírito Santo, Alagoas e Santa Catarina – até o fim de outubro.

Para os especialistas, a maneira mais rápida de superar a crise sanitária do coronavírus é com a vacinação em massa e seguindo os protocolos.

Segundo José Cássio de Moraes, especialista em imunização e membro do Observatório Covid-19, o sucesso da vacinação depende de dois fatores. “Que as entregas de vacinação sejam feitas com regularidade, não haja falha, e o segundo ponto, que é um ponto que depende da população, que é tomar a segunda dose da vacina”, explica.




Fonte: POLÊMICA PARAÍBA

Créditos: G1 GLOBO