Recebeu Auxílio Emergencial sem ter direito? É preciso devolver; veja como - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Recebeu Auxílio Emergencial sem ter direito? É preciso devolver; veja como

 n 43099 d95514e752a8834f5eaf8a04d75200a2 300x155 - Recebeu Auxílio Emergencial sem ter direito? É preciso devolver; veja como

O governo federal lançou um site para a devolução do auxílio emergencial de R$ 600. É o portal “devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br“, que entrou no ar na segunda-feira (18), exatamente uma semana depois de identificado o pagamento do benefício para cerca de 73 mil militares.


O Ministério da Cidadania disse que a possibilidade de devolução do auxílio emergencial está disponível para todos os 59 milhões de brasileiros que devem receber os R$ 600, ou R$ 1,2 mil no caso das mães chefes de família, durante a pandemia do novo coronavírus.


“Cidadãos que receberam os R$ 600 ou R$ 1.200 pagos pelo Auxílio Emergencial e que desejam devolver os valores podem fazer a solicitação através da internet”, afirma a pasta. Uma fonte alegou que alguém que tenha recebido o benefício, mas não precise do recurso, por exemplo, pode querer devolver o dinheiro.


O site, contudo, deixa claro que a devolução foca nos brasileiros que receberam o benefício de forma irregular, como os militares. “O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – covid 19”.


O site ainda direciona o visitante para a página da Caixa Econômica Federal que lista todos os critérios de concessão do auxílio emergencial, deixando claro quem tem direito e quem não tem direito aos R$ 600.


O site, contudo, deixa claro que a devolução foca nos brasileiros que receberam o benefício de forma irregular, como os militares.



“O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro concedido pelo Governo Federal destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus – covid 19”, afirma o site, que ainda direciona o visitante para a página da Caixa Econômica Federal que lista todos os critérios de concessão do auxílio emergencial, deixando claro quem tem direito e quem não tem direito aos R$ 600.



Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba