Dia Nacional do Rádio: relembre a primeira transmissão no Brasil - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Dia Nacional do Rádio: relembre a primeira transmissão no Brasil

 

No acervo do Centro de Memória Bunge, que conta com mais de 1,5 milhão de itens preservados, é possível recuperar áudios das “Rainhas do Rádio” daquele período. As cantoras participavam de diversas campanhas publicitárias para o rádio, incluindo de marcas de margarina e óleo vegetal produzidas pela Bunge na época.


O acervo também preserva uma marchinha de carnaval criada para vender sabão, composta por Miguel Gustavo, famoso compositor de jingles da década de 1950 e autor do hino “Pra Frente Brasil”, criado para homenagear a seleção brasileira de futebol durante a Copa do Mundo de 1970, no México.


No fim da década de 1950, o rádio entrou em declínio devido à concorrência com a televisão, mas nunca deixou de fazer parte da vida do brasileiro. Atualmente, há mais de 9 mil emissoras radiofônicas operando no território nacional, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Rádio e Televisão (Abert).


Uma parte da história nacional do Rádio, bem como documentos textuais, iconográficos, tridimensionais e audiovisuais podem ser encontrados no Acervo do Centro de Memória Bunge, criado em 1994. Todo acervo está disponível para consulta e visitação, após o fim do isolamento, mediante agendamento.


Atualmente, no entanto, apesar da tradicional programação de rádio ainda ser presente na vida de muitos brasileiros, existe outra formas de se informar por esse meio, como é o caso dos podcast.


Pensando nisso, o 33Giga separou 50 podcasts de humor para te ajudar a acalmar os nervos e descontrair! Todos eles estão disponíveis gratuitamente no Spotify.





Fonte: ND+

Créditos: Polêmica Paraíba