Preso em operação, prefeito paraibano paga R$ 14 mil de fiança, é solto e recebido com ‘festa’ em via pública - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Preso em operação, prefeito paraibano paga R$ 14 mil de fiança, é solto e recebido com ‘festa’ em via pública

 



O prefeito de Camalaú, Alecsandro Bezerra dos Santos, o Sandro Môco, deixou a cadeia de Monteiro na tarde desta sexta-feira (14) após pagar  fiança de em torno de R$ 14 mil. Sandro foi preso nesta manhã, com um revólver e munições.


Môco foi afastado do cargo de prefeito em decorrência da na Operação Rent a Car, deflagrada nesta sexta. Foram cumpridos  seis mandados de busca e apreensão em duas residências e em quatro repartições públicas municipais e apreendidos os dois veículos citados na investigação, cerca de R$ 60 mil e documentos que serão analisados no decorrer da investigação.


Segundo a investigação, desde o início da gestão do atual prefeito, em 2017, os veículos são sistematicamente locados ao município de Camalaú, após prévio direcionamento de processos de licitação, especialmente modelados para tal finalidade. A caminhonete foi adquirida, “zero KM”, junto à uma concessionária de caruaru, em março de 2017, pelo valor de R$ 165.000,00. Destes, R$ 110.000,00 foram pagos por meio de transferência bancária de conta titularizada pelo próprio prefeito.


Em contrapartida, o município de Camalaú-PB já pagou, pelo menos, R$ 140.902,00 pelos contratos de locação. Ainda de acordo com o MPPB, a pick-up era vinculada ao gabinete do prefeito. Assim, o gestor fazia gozo de seu veículo, enquanto que o município de Camalaú arcava com os custos da locação.


Recepção


Após a soltura, o prefeito publicou nas redes sociais imagens da sua recepção nas ruas da cidade, com aglomeração de centenas de pessoas em via pública.


Mais cedo ele se disse vítima de perseguição: “Amigos, estou sendo vítima de um grande erro jurídico e de uma “OLIGARQUIA” que governou Camalaú por 50 anos e não tendo o apoio popular, quer tomar o poder a qualquer custo!”.



Fonte: O Portal Wscom