Justiça aceita denúncia contra ministro do TCU Vitalzinho na Lava Jato - BLOG DO GERALDO ANDRADE

segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Justiça aceita denúncia contra ministro do TCU Vitalzinho na Lava Jato

 

A Justiça Federal aceitou nesta segunda-feira (31) a denuncia da força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo (Vitalzinho). A denúncia é por corrupção e lavagem de dinheiro.


Os procuradores da Lava Jato afirmam que Vital do Rêgo teria recebido propina de R$ 3 milhões de Léo Pinheiro, então presidente da OAS. Em troca, teria que evitar que os executivos da construtora fossem convocados para depor nas comissões parlamentares de inquérito da Petrobras. A CPI do Senado e a CPMI apuravam os fatos revelados pela operação Lava Jato e praticados por agentes públicos e privados em prejuízo da estatal.


De acordo com o MPF, as provas colhidas ao longo da investigação mostram que o pagamento da OAS foi feito por meio de, pelo menos, duas formas diferentes: pela celebração de contratos fictícios pela construtora com a empresa Câmara e Vasconcelos para viabilizar a entrega de R$ 2 milhões em espécie em benefício de Vital do Rêgo; e pela celebração de contrato superfaturado pela empreiteira com a Construtora Planície para o repasse de R$ 1 milhão ao ex-Senador. Os ajustes e os pagamentos transcorreram todos durante o ano de 2014.


Vitalzinho declarou que o inquérito tramita há 5 anos e que ‘dois procuradores-gerais da República – Rodrigo Janot e Raquel Dodge – não vislumbraram elementos para formalizar o pedido de ação penal’. O ministro se disse ‘indignado’


Fonte: Portal Wscom