Empresários, comerciantes, Comerciários, e funcionários públicos vão as ruas em Sousa pedirem a volta da abertura do comércio local; - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Empresários, comerciantes, Comerciários, e funcionários públicos vão as ruas em Sousa pedirem a volta da abertura do comércio local;



Uma manifestação pacifica pela reabertura do comércio sousense foi realizada no final da tarde desta quinta-feira (04) pelas principais ruas e avenidas da Cidade.

O movimento iniciou em frente à Igreja Matriz de onde começou a carreta de mais de 100 veículos, e Motos pelas Avenidas de Sousa em protesto pelo fechamento do comércio local.

O manifesto foi organizado por vários empresários, comerciantes, comerciários, e funcionários públicos prejudicados com as portas de seus estabelecimentos fechados, e sem acessos do trabalho de milhares de pessoas que sobrevivem do comercio varejistas, e lojistas.

De acordo com informações recebidas pelo Portal REPORTERPB, todo o movimento foi seguido por protocolo de saúde, pessoas dentro de seus veículos usando máscaras, obedecendo as normas sanitárias, e regras do trânsito.

O buzinaço seguiu pelas Ruas da Cidade chamando atenção da população, das autoridades sobre o problema do não funcionamento do comercio, e seus prejuízos sociais que estão ocasionando.

Um Empresário disse ao Portal REPORTERPB que é preciso urgente iniciar abertura gradual do comercio da Cidade, assim minimizarem os prejuízos financeiros, e socais que estas restrições estão fazendo a economia. “Muitos pais de famílias correm risco de não terem seus empregos amanhã, empresas e lojas com suas portas trancadas para não abrirem nunca mais”, alertou.

Na Normativa 011/200 do Prefeito Fábio Tyrone, foi autorizada abertura gradual do comercio sousense a partir do dia 02 de junho, mas o Sindicato dos Comerciários ingressou com Ação Civil Pública com pedido de liminar, acatado pelo Juiz da 5ª Vara da Comarca, Dr. Renan Figueiredo.

A manifestação realizada pelos Empresários, comerciantes, comerciários, funcionários públicos foi considerada positiva e pacifica pela sociedade sousense.



Fonte: Repórter PB