Poço Dantas: Moradores das Comunidades de Bulandeira e Baixio do Cedro reclamam da precariedade da estrada - BLOG DO GERALDO ANDRADE

terça-feira, 10 de março de 2020

Poço Dantas: Moradores das Comunidades de Bulandeira e Baixio do Cedro reclamam da precariedade da estrada


As condições da estrada das Comunidades de Bulandeira e Baixio do Cedro estão gerando reclamações dos moradores. Sem revitalização por parte do poder público, a via vicinal sofre com buracos que se transformaram em mar de lama. 


Domingos José de Oliveira, morador da comunidade alerta para o perigo caso alguém fique doente em um dia de chuva. Ninguém escolhe hora para ficar doente, mas a hora que precisar de socorro só sai carregado porque nem a ambulância da prefeitura entra ali quando precisa, comentou Domingos Oliveira.
“A estrada é o único acesso para muitas famílias, que tem idosos, crianças e até pessoas com deficiência. É impossível um carro transitar entre Bulandeira e Baixio do Cedro. A Prefeitura está construindo uma passagem molhada a um ano. Com o trânsito interrompido, os moradores  para se deslocarem de Bulandeira para Baixio do Cedro de utilizam uma estradinha ao lado  que só passa moto”, reclama Domingos  José de Sousa.  
A moradora Aureny Neves  disse que  a Prefeitura está construindo uma passagem molhada já  faz um ano e esta obra não foi concluída. No meio do riacho colocaram cimento, mas na ladeira  estão fazendo o calçamento  com barro. 


Crianças  de Baixio do Cedro andam 3 km a pé na lama até o ponto de partida do ônibus escolar



A precariedade da estrada  das Comunidade de Bulandeira e Baixio do Cedro-zona rural de Poço Dantas tem trazido transtornos aos alunos que dependem do transporte escolar. Em dias de chuva a situação se torna ainda mais difícil.

“Com a falta de conclusão da obra da  passagem molhada o ônibus escolar não consegue chegar às casas dos alunos em Baixio do Cedro, o que os obriga a andar até três quilômetros, ou seja, ida e volta, a pé em meio a lama até o ponto de partida do  ônibus escolar e quando chove muito o ônibus escolar fica parado  em Barra de Piabas  porque não tem como vir até aqui e alguns estudantes seguem por caminhos mal conservados por cerca de 4km e meio até Barra de Piabas para pegar o ônibus. Esta situação vem desde a gestão do ex-prefeito Itamar Moreira”, disse o morador Domingos  José de Oliveira. 

“O problema da deterioração da estrada de Bulandeira e Baixio do Cedro é antigo, apresenta progressiva piora e nenhum perspectiva de solução pelas autoridades. Além da comunidade escolar, o péssimo estado de conservação da afeta o escoamento da produção, além de comprometer o acesso a outros serviços essenciais como saúde”, afirma o motorista do ônibus escolar, Pedro Almeida.  


“É preciso  que município de Poço Dantas faça patrolamento e encascalhamento integral da estrada. É fundamental a  disponibilização de maquinário e pessoal permanente para manutenção periódica dos reparos, principalmente após períodos de chuva”,  disse o motorista do ônibus escolar”, pontuou  Pedro Almeida. 




Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB Nº 604

Blog do Geraldo Andrade