ARQUIVOS SECRETOS: Catão teria aceitado pagar R$20 milhões para se tornar sócio de Ricardo e Daniel Gomes - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

ARQUIVOS SECRETOS: Catão teria aceitado pagar R$20 milhões para se tornar sócio de Ricardo e Daniel Gomes

montagem692 1 - ARQUIVOS SECRETOS: Catão teria aceitado pagar R$20 milhões para se tornar sócio de Ricardo e Daniel Gomes

No último domingo(26) o Portal Polêmica Paraíba apresentou novas informações advindas de trechos dos diálogos mantidos entre o ex-governador Ricardo Coutinho e o operador da Cruz Vermelha, Daniel Gomes. Na conversa Daniel revela ao então governador o interesse do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Fernando Catão, o interesse em tornar-se sócio da empresa Troy, sem saber que Ricardo e Daniel eram os reais donos do empreendimento.


Leia Também:   Homem em liberdade condicional é preso suspeito de tráfico de drogas em Campina
Conforme revelado por Daniel no trecho de áudio divulgado na última reportagem do Portal Polêmica Paraíba, Catão havia oferecido aos representantes da empresa Troy a sua “blindagem” no TCE-PB. Mas Daniel também revelou a Ricardo que além do apoio para as contas da empresa no tribunal, Catão teria aceitado investir um total de R$20 milhões para integrar a sociedade. “Ele falou que tá disposto a botar capital, o capital que for… a gente falou, ó cerca de R$ 20.000.000,00… já falamos até um número alto pra ver se o cara se assustava. Ele falou que tá disposto.”, afirma Daniel descrevendo a negociação com o conselheiro.

Em seguida Ricardo e Daniel discutem acerca da necessidade de ter Catão como sócio e apesar de não apresentarem interessem em ter o conselheiro como associado discutem as possibilidades de prosseguir com as negociações tentando obter algum material contra Fernando. “É bom pra poder ficar com… com… com a prova, porque qualquer coisa dele…”afirma Ricardo em resposta a Daniel.


No diálogo Ricardo inclusive aconselha que seja dito a Catão que a possibilidade de sua inclusão no hall de sócios necessita ser discutido por uma assembléia em São Paulo, o que lhes permitiria prolongar os diálogos sem uma resposta definitiva como ele e Daniel desejavam.






Fonte: Polêmica Paraíba

Créditos: Polêmica Paraíba