Justiça de Uiraúna conclui pauta de júri popular nessa sexta-feira - BLOG DO GERALDO ANDRADE

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Justiça de Uiraúna conclui pauta de júri popular nessa sexta-feira



Nesta semana o Tribunal do Júri Popular da Comarca de Uiraúna se reúne para a realização de quatro julgamentos. Com a conclusão desta pauta ficam encerrados os trabalhos na Comarca neste ano de 2019. Todos os julgamentos aconteceram sob a presidência do juiz, Dr. Thiago da Silva Rabelo.

Primeiro Julgamento

O primeiro júri ocorreu na terça-feira (10/dez). Na acusação o promotor de justiça, Dr. Hamilton de Sousa Neves Filho, na assistência do Ministério Público os Drs. Francisco Romano Neto e Francisco Messias da Silva Júnior; e na defesa o Dr. João Pedro da Silva Dantas, no qual o Senhor Francisco Gerson Vital, foi submetido a julgamento popular, acusado de assassinar com um tiro na cabeça e outro no peito o popular Manoel Gomes de Oliveira (Manoel do Isqueiro). O crime ocorreu no dia 28 de abril de 2019, por volta das 23h, por trás do cemitério, na cidade de Uiraúna. O réu foi absolvido pelo Tribunal do Júri Popular.

Segundo Julgamento

O segundo julgamento ocorreu na quarta-feira dia 11. Atuou na acusação o promotor de justiça, Dr. Hamilton de Sousa Neves Filho, na assistência do Ministério Público, o Dr. Francisco Romano Neto, e na defesa, Lunari Michel Luís de França. onde o Senhor Francisco Hélio de Sousa, que estava foragido por duas décadas, foi submetido a julgamento popular, acusado de assassinar a tiros os populares Francisco de Assis Vieira  (Manoel de Molico), e Antônio Claudio de Araújo (Cláudio de Darcilene), e ainda tentativa de homicídio contra João Ancelmo de Araújo Neto (João Neto filho de Araújo). Os crimes foram registrados no dia 29 de março do ano de 1998, por volta das 15:30h, no bar de "Tico de Bevenuto", na cidade de Uiraúna. O réu foi condenado a uma pena de 30 anos de reclusão, pelo Tribunal do Júri Popular.

Terceiro Julgamento

O terceiro júri popular ocorreu nesta quinta-feira dia 12. Atuando na acusação a Promotoria de Justiça e na defesa o Dr. Ozael da Costa Fernandes. Tendo como réu o Josimar Cruz, foi submetido a julgamento popular, acusado de assassinar Welligton Cruz. O crime ocorreu no ano de 2006, no sitio Quixaba, zona rural de Uiraúna. O réu foi absolvido pelo Tribunal do Júri Popular.

Quarto Julgamento

Nessa sexta-feira (13/dez) ocorreu o quarto e último Júri popular, da pauta na Comarca de Uiraúna no ano de 2019. Nesse caso atuou na acusação o promotor de justiça, Dr. Hamilton de Sousa Neves Filho e na defesa o Dr. Francisco Romano Neto. O julgamento teve como ré Edjane da Silva Melquiades. Ela era acusada de assassinar o popular Diogo da Silva. O crime ocorreu no dia 23 de abril do ano de 2015, no Bairro Retiro, em Uiraúna. A mulher acusada foi absolvida pelo Tribunal do Júri Popular.


 Galeria de Fotos:






Fonte: Cofemac