61 milhões de brasileiros podem ficar sem água, diz estudo; Saiba como economizar - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

61 milhões de brasileiros podem ficar sem água, diz estudo; Saiba como economizar

Gota de agua cayendo | Descargar Fotos gratis

Caso haja um período prolongado sem chuvas, mais de 61 milhões de pessoas podem ficar sem água encanada no país, de acordo com estudo divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA). Esse número representa 29% da população brasileira. São Paulo e Rio de Janeiro têm os estados mais críticos – ambos sofreram uma crise hídrica nos anos de 2014 e 2015.



Esses números tiveram como base um índice elaborado recentemente pela Agência, o ISH – Índice de Segurança Hídrica. Ele leva em conta a oferta de água para a população e para a produção econômica, a capacidade de estoque de água e a vulnerabilidade dos mananciais.



De acordo com a publicação, o maior problema é a insuficiência de recursos. A oferta de água pelas fontes naturais já não consegue suprir a demanda, e esse é um problema enfrentado a nível mundial.



Somente no estado de São Paulo, 20, 5 milhões de pessoas – cerca de 45% da população – está sob o risco de desabastecimento. Já no estado do Rio de Janeiro, o risco ameaça cerca de 68% da população, o que em números são 11,8 milhões de habitantes. Os dois estados juntos representam um alcance de mais da metade das pessoas afetadas que se prevê para o país inteiro (51%).



Uma das soluções para evitar a crise hídrica, de acordo com a ANA, é investir em infraestrutura e que o Estado fazer uma série de obras consideradas prioritárias que estão listadas no documento, como dutos, barragens, canais.



E ainda, é importante que a população se conscientize sobre o uso da água e promova iniciativas, além de adotar pequenas atitudes no dia a dia para economizar a água tratada. Saiba o que você pode fazer para diminuir o consumo de água e economizar até na conta do fim do mês:



Não tomar banhos demorados;
Lavar a louça com a torneira desligada. Só ligá-la para enxaguar;
Juntar roupas para lavar mais de uma vez só;
Reutilizar água da chuva para molhar as plantas, lavar a casa e a louça, encher espelhos d`água, entre outros. Basta ter baldes e recipientes que consigam captar água suficiente para o uso pessoal. Se for armazená-la por mais tempo, lembre-se de sempre deixar o recipiente tampado para evitar a proliferação de mosquitos e larvas causadoras de doenças, como a dengue;
Reutilizar água da máquina de lavar. Hoje em dia é fácil de encontrar tambores específicos para esse fim. Eles possuem uma entrada para a mangueira do equipamento e uma outra abertura para retirar a água. Como essa água contém resquícios de sabão e amaciante, dá para aproveitá-la para lavar o quintal, garagem, varanda e até o chão de casa nos dias de limpeza mais intensa.


Fonte: Wscom