Na Paraíba foram clonados celulares de dez prefeitos - BLOG DO GERALDO ANDRADE

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Na Paraíba foram clonados celulares de dez prefeitos



Os prefeitos da Paraíba têm sido alvo de quadrilhas especializadas em clonagem de contas no Whatsapp, aplicativo de mensagens, desde o ano passado. Em 2019, dez gestores já foram vítimas, sendo o mais recente deles, Romero Rodrigues (PSDB), de Campina Grande.

“Não sei como foi o uso, mas no meu aparelho, o telefone estava bloqueado. Eu tentava acessar o Whatsapp, e aparecia como se o número estivesse desativado, eu tentava ativar e pedia para eu tentar o contato após algumas horas. Fizemos o boletim de ocorrência na Polícia Civil para nos resguardar e tentar resgatar o número”, afirmou Romero.

O registro do boletim de ocorrência é também a orientação do presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), George Coelho, que vê a necessidade de uma representação na Justiça contra as operadoras de telefonia.

“Isso [clonagem no Whatsapp] tem gerado prejuízo e é obrigação da operadora garantir a segurança da linha de telefone”, argumentou, em contato com o Portal MaisPB.  Segundo o presidente, a Famup tem orientado prefeitos a terem cautela no uso do celular, já que o telefone atualmente é ‘uma máquina de trabalhos dos gestores’.

Em 2018, cerca de 20 prefeitos também tiveram suas contas invadidas. Neste ano, além de Romero, os prefeitos de Juripiranga, Paulo Teixeira; Lagoa, Gilberto Tolentino; Gurinhém, Cláudio Madruga; Juazeirinho, Bevilacqua Matias; Cabaceiras, Tiago Castro; São Domingos do Cariri, Inara Marinho; Montadas, Jonas Souza; Itabaiana, Lúcio Flávio e Serra Grande, Jairo Halley foram vítimas do golpe.


Fonte: Mais PB